Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Sintomas de 'Mal de Teflon'

Por George W B Cavalcanti


O
s verdadeiros estadistas a avaliam e, eu, arrisco por aquí as minhas olhadelas sobre a história recente deste país. E, muito provavelmente, tanto para os famosos quanto para este desconhecido 'rábula', o espanto é o mesmo. Até porque, na realidade o conceito do brasileiro enquanto pessoa e aspirante a cidadão continua baixíssimo nos aeroportos internacionais da vida. É vexame, constrangimento, humilhação, prejuízos - quando não morre massacrado à sangue-frio pela polícia inglêsa - e deportação a toda hora -; e, tome "pé na bunda" repatriado. Mas, o que isto importa para os senhores atuais presidentes - o da República e outro do Senado? É mole não mas, estão de há muito mais ligados do que arroz cozido chinês, quem diria... PT - Partido dos "Transformers"!

Enquanto isso o país segue infestado não só pela gripe 'A-suína', mas por males muito mais virulentos e fatais -; haja vista o sorvedouro social vertiginoso a levar o país pelo ralo. Furacão e tufão são 'cafés pequenos' se comparados à quarentena imposta à cidadania pela corrupção, bandidagem, impunidade, legislação surreal e/ou caduca e pela justiça parcial e lerda. O seu rastro é a falência da segurança pública, os buracos (dentro e fora das estradas), a violência na escola (quando tem escola), saúde pública caótica e na UTI e Congresso Nacional desmoralizado. E, se adite a isto as catástrofes climáticas.

Transcende a tudo isto o destampar da "Caixa-preta de Pandora" de onde saltam aos olhos os 'Atos & Fatos" - muito mais os fatos - secretos do Senado. Está tudo na imprensa -; esta, 'bendita seja'! Diz a mãe democracia. Mas, o presidente da República por aquí só quer aparecer ao lado de time de futebol campeão, falar e passar "pitos fictícios".

Chegar junto dos fatos e vociferar contra o profundo fosso na distribuição de renda neste país, contra o êrro e a injustiça, agora somente no exterior. O interior das catástrofes fica sem visita mesmo -; é ruim para a popularidade do populismo. Poque, apesar de todas as aplicações do 'famoso anti-aderente', coisas feias podem grudar na imagem dele e de sua candidata.

Surpreendentemente à vontade, gosta do "jet set" internacional dos estadistas e está sempre lá fora, literalmente, viajando... Então a mídia internacional deita e rola em cima do 'fenômeno do senso prático' emergente (vulgo, jeitinho brasileiro). Ajuda as sonolentas redações dos noticiosos a sair da mesmice das manchetes de crise econômica. Até parece que ele só perdeu espaço com a morte do "rei do pop" norte-americano.

Temos todos os motivos para acreditar que ele esteja bem ciente do ridículo que é enquanto presidente não conseguir equacionar e debelar a problemática basilar do seu próprio país e, ainda por cima, posar de palmatória do mundo e pretenso estadista. Ora - e bota oração e reza forte nisso -, pura tática escapista eleitoreira de quem deslumbrou-se com o poder e mandou a democracia 'às favas'.

Só a alienada massa anestesiada pelo clientelismo bolsista parece não perceber e contiua a fornecer respaldo ás suas pesquisas de popularidade -; é tudo de que a inépcia administrativa e governamental do oportunismo peemedebista, digo, carreirista, necessita. No mais, o que - pasmem - se vê é: Lua & Sarney Co. Quem diria... PT - Partido dos "Transformers". Surtou de "Teflon".

Em tempo, o ministro Meireles - com todo respeito, a 'ama-de-leite da estabilidade econômica brasileira' - percebendo o fiasco iminente já vai "saindo à francesa" para a governança de Goiás... Missão cumprida? Nem tanto, é o que nos parece.

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.