Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

domingo, 14 de agosto de 2011

Meu Pai, Em Ti Me Vejo


Por George W de B Cavalcanti*


Meu pai assim em ti eu me vejo,
Quando, calendário é referência,
Para comemoração tão especial,
A singela data aos pais dedicada;
Eu sou o rastro da tua existência.

Vejo-me em teu amor pela ética,
O coração a pulsar solidariedade,
No teu apurado senso de estética,
Aos carentes o gesto de caridade;
Fraternidade, a exemplar vivência.

Que bom que é te sentir comigo,
Sermos plenos na eterna criança,
Ganhar o teu abraço forte, amigo,
Saudade guardada na lembrança;
A reunir histórias e perseverança.

Quando eu fui inocência e pureza,
Na noite, silente velaste meu sono,
De dia, renovar paternal paciência,
Ao me edificar para o tempo longo;
Construir o portão para a fortaleza.

Acontece em cada ano que passa,
Aumentar ainda mais esse desejo:
A tua face contemplar sem pressa,
Conservar essa tão grata memória;
Contrita lágrima de amor sem pejo.

Nossa diferença é plena semelhança,
Tu és sopro e eu som do meu realejo,
Somos melodia que no tempo avança,
Filha e neta, o renascer da esperança;
Perpetuar dizer: meu pai em ti me vejo.



Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.