Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

sábado, 6 de novembro de 2010

Poema 'holobachiano'



Por George W. de B. Cavalcanti*


Noite a dentro,

A solidão insone,

Impulsão errante,

Do noturno velame;

Barco do meu sonho.

Sob um céu de ébano,

O marfim de teu sorriso,

Lampejo de luar sombrio,

Em parceria que se alterna;

Transforma brisa em melodia.

Vem e esvai-se ante o meu rosto,

Ressonância e tamanha harmonia,

Geme na doce lamúria do violoncelo,

A visagem que dança na luz e no som;

No pontear das notas a tremular fugidia.

Flameja brilho a revelar imagem bailarina,

Rodopiando misteriosa entre gotas de sereno,

Ao vento ameno transforma a vigília em transe,

Esse holograma que transmuta a cigana em anjo;

Névoa e etérea imagem na Bachiana luz da melodia.



*Guershon ben Levi (nome hebraico recebido em tevilah conforme a tradição judaica)




Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.