Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Verso e poda



Por George W de B Cavalcanti*
(texto atualizado em 03.09.2012)


Blog,
blogo,
blague;
permite-me
mexer no modelo,
como um gatinho travesso
no afã de desenrolar o novelo.

Estória
da história
pelo memorial;
constrói a paródia
com estrofes piramidais,
a questionar o topo ausente
às lutas dos nossos ancestrais.

Rebelo
e revelo
o tanto medo;
e todo o meu zelo
nesse cuidar não notado
pela atenta e fria presunção,
do fingimento que desvela segredo:
rudes tibiezas ante um bonsai literário.

Troco
três vezes
sua caqueira;
com regularidade
como a buscar morada,
pela escolha da maturidade,
o lugar propício que se queira
para acomodar a sua longevidade.

O viver
é tudo cuidar
em detalhes mil;
até renovar sua métrica
pelo teor poético dessa vida,
ganhar ritmo com rima genérica,
na prática, a poda que lhe é requerida
para longeva estética na forma triangular.




(Ilustrações - fonte: Google Imagens)

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.