Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Carpintaria

(Autor desconhecido)
Org. George W de B Cavalcanti*


Contam que em uma carpintaria houve uma vez uma estranha assembleia. Foi uma reunião de ferramentas para tirar suas diferenças.

O martelo exerceu a presidência, entretanto ele foi notificado que teria que renunciar. Por quê? Fazia ruídos demais! E, também, porque passava o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o tornilho  (aquela ferramenta que se usa para furar madeira); disse que ele necessitava dar muitas voltas para que servisse para alguma coisa.

Ante o ataque, o tornilho aceitou também, mas na sua vez pediu a expulsão da lixa. Fez ver que era muito áspera em seu tratamento e sempre teria atritos com os demais. A lixa esteve de acordo, com a condição que também fosse expulso o metro, que sempre ficava medindo aos demais segundo a sua medida, como se fosse o único perfeito.

Nisso entrou o carpinteiro, e pôs o avental e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o tornilho. Finalmente, a grosseira madeira inicial se converteu em um lindo móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia começou a deliberação. Foi então que tomou a palavra o serrote, e disse: Senhores, foi demonstrado que apesar de termos defeitos, o carpinteiro trabalha com nossas qualidades. Isto é, o que nos faz valiosos. Assim, nós não devemos pensar sobre os nossos pontos maus e nos concentrarmos na utilidade de nossos pontos bons.

A assembléia descobriu então, que o martelo era forte, o tornilho unia e dava força, a lixa era especial para afinar e limar asperezas, e observaram que o metro era preciso, exato. Sentiram-se então fortalezas, e por trabalharem juntos. Ocorre o mesmo com os seres humanos. Observe e o comprovará. Quando em uma empresa as pessoas buscam pequenos defeitos nos demais, a situação se transforma em tensa e negativa.

É com a mudança, ao tratar com sinceridade e perceber os pontos fortes dos demais, é quando florescem os melhores resultados dos seres humanos. É fácil encontrar defeitos; qualquer um pode fazê-lo. Entretanto, encontrar qualidades, isso só é para pessoas especiais que são capazes de inspirar todos os êxitos humanos.


 (Ilustrações - fonte: Google Imagens)

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.