Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

De forma que não tomba


Por George W de B Cavalcanti*


A civilização caótica vai, estraçalhadora,
ao encontro de evento maior se achegar,
para projetar seus planos em um abismo,
pelo seu recorrente vício em contaminar;
no vacilar em enfrentamento ao desastre,
e noutro tanto, de um enredo sem noção.

Ouve ao menos a angústia dos teus dias,
que esvazia nesse tempo aos teu planos,
nesse esquema multiplicador de agonias;
e te consome na fogueira de desenganos,
à sofreguidão das tuas corridas semanas,
atropeladas nesse rude rito dos teus dias.

Escuta, o que parece ser teu tom de voz,
trêmula porque é hesitante e intermitente,
em repetição dos discursos assustadores,
proferidos à margem bem distante da foz,
no teu recorrer à guerras, insistentemente;
até que sem ter trigo te cales para sempre.

Vê que ainda há introspecção maravilhosa,
que dita ao coração bom ritmo e harmonia,
e quase numa mágica nos restaura a alegria,
a conceder ao decano sua oração fervorosa,
para alcançar a paz em espalhar a isonomia;
e sentir a luz te revelar uma Terra majestosa.

Por fim, estuda-a com redobrada paciência,
todo o esplendor escondido em cada verso,
que reúne no amor, a justiça, a fé e a ciência,
na maior das leis que regem todo o universo,
tão amplo e singelamente a nós apresentado;
no contorno da esfera a aspergir consciência.



(Ilustrações - fonte: Google Imagens)

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.