Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

sábado, 29 de junho de 2013

O Conto do Frango Oleoso


Por George W de B Cavalcanti


Era uma vez um ‘galinheiro’ um tanto precário (o nosso país) onde um ‘capão’ (político mutilado, educacionalmente) cantava de ‘galo’ (açodado fazia ‘demagogia’) quando, diante de um ‘ovo’ (o petróleo do ‘pressal’), prometeu um ‘frango gordo’ (royalties’ de petróleo) a ser consumido em um ‘banquete’ (destinação para a Educação).

 Acontece que, não percebiam os ‘comensais’ (a população de eleitores) que, o tal ‘ovo’ (o ‘pressal’) ainda precisava ser ‘chocado’ (retirado das profundezas ‘abissais’). Para ter-se naturalmente a certeza de que, estaria ‘galado’ (valorizado no ‘mercado-futuro’) e lhe nasceria o ‘pinto’ (75% dos tais ‘royalties’).

E, caso nascesse, se cresceria e engordaria o suficiente (alcançaria preço rentável) para valer a pena ser ‘consumido’ (destinado) no tal ‘faminto banquete’ (‘déficit’ educacional básico histórico). Evidentemente, se não uma ilusão; é, uma oleosa incerteza.

A propósito: “É uma tragédia, esperar [2022] pelo pressal e não se investir na educação básica agora. É [se tudo der certo com o pressal] sacrificar uma geração e meia. Senão, esperar demais por uma ilusão”. (Senador Cristovam Buarque – PDT/DF, em sessão plenária do Senado na sexta-feira 28.06.2013).




 (Ilustrações, fonte: Google Imagens)

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.