Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

sábado, 21 de abril de 2012

Massa alegórica (reflexões ~ ed. 5)

Por George W de B Cavalcanti*
(título modificado em 06/07/2012)


Massa crítica ~ Aterrissa em solo pátrio mais uma maracutaia aloprada e, desembarca acenando, mais um deboche ao cidadão contribuinte e aos usuários dos nossos terminais aeroviários. Traduzindo: Venda de nossos aeroportos, com até 670% de ágio, a consórcio de fundo de pensão de estatal com empresa sem massa crítica e sem experiência internacional em administração de aeroporto. Ou seja, mais uma vez estão "trocando seis por meia dúzia". (05/02/2012)  

Tal cidadão ~ O calvário da cidadania neste país tem-me atingido de diversas e reiteradas maneiras, ao longo da minha já maturada vida. E, sem que isto desperte, da parte de algum afortunado ético, qualquer iniciativa de apoio à minha subsistência e progresso. O que a essa altura leva-me à pergunta: será que isso acontece porque o tal cidadão não existe? (09/02/2012)  

Atenção solidária ~ A minha história pessoal, de uma vida limpa e reta pautada pela moral e ética religiosa, tampouco mereceu atenção solidária e algum suporte material da parte de qualquer religioso. Portanto, particularmente tenho motivo de sobra para acreditar em Deus e em milagres, bem mais do que em líderes religiosos. (09/02/2012)  

Educação e paz ~ Armas e munição demais e educação de menos, e, a criminalidade com "valor agregado" pelo combate a esta como geração de emprego e renda; esperar o que? Que as forças armadas combatam a polícia? Ó dura cerviz, ó insana gente. (09/02/2012)  

Aloprado carnaval ~ Neocomunistas profissionais são bons em incitar às greves e às desordens; já em terminar com as mesmas, parece que nem tanto. Vamos ver se agora são bons mesmo em fazer "o maior carnaval". (09/02/2012)  

Insegurança e erro ~ A pessoa mesquinha é insegura o suficiente para nunca reconhecer o erro que comete. (10/02/2012)  

Trilogia ~ O amor ilumina, o desejo turva e a paixão cega. (10/02/2012)  

Genérico investimento ~ A amizade do pobre com o rico vai até onde termina os trocados de um e começa a fortuna do outro. E, nem dá para imaginar estar na mesma turma; seja de time de futebol ou de ideias. Um é remédio genérico e ou outro é fundo de investimento. (10/02/2012)  

Viciosa ~ A natureza do vício é a vítima e o assassino ser a mesma pessoa. Então, se a humanidade é vítima e assassina de si mesma, logo, a natureza da humanidade é viciosa. (10/02/2012)  

Babel ~ A dedução, ilação, conclusão, inferência ou passagem de uma verdade a outra - julgada tal em razão de seu liame com a primeira -, é diretamente proporcional à referência mentalmente acumulada . E, portanto, qualitativamente fica a depender da sensibilidade, conhecimento, nível de percepção e de intelectualização do indivíduo que a faz. Daí porque a qualidade de vida, tendo por base o nível educacional, permeia o quadro apresentado como determinante quantitativa. Então, a escolha política é simples: educação integral ou "Torre de Babel". Ou as inferências se aproximam ou os desmandos predominam. (12/02/2012)  

Senilidade institucional ~ O principal efeito colateral do corporativismo é a perda do senso de justiça. (14/02/2012)  

Saudade do futuro ~ Que saudade do tempo de um país em que a oposição era oposição. Arauto da ética e da moralidade na defesa do aperfeiçoamento político, do estado de direito, da cidadania, das instituições, da justiça social e  da isonomia na distribuição da renda. (14/02/2012)  

Descolando ~ O topo da pirâmide social brasileira continua se descolando economicamente do restante e aumentando o abismo da distribuição - digo, defasagem -  de renda entre o mais rico e o mais pobre, em proporção abissal. (14/02/2012)  

Inteligente sábio ~ O indivíduo inteligente é o que não costuma remoer problema e o sábio é o que costuma buscar a solução. (14/02/2012)  

Rascunho ~ Não existe pensamento inteiramente original, a não ser o rascunho inteligente do Universo. (15/02/2012)  

Releitura ~ A cada momento pensamentos podem surgir autênticos; ou seja, como uma releitura pessoal da realidade com base em pensamentos apreendidos e reciclados. (15/02/2012)  

Vazios criminosos ~ A classe política brasileira é a responsável direta pelos vazios legislativos criminosos que infelicitam os demais cidadãos deste país. (15/02/2012)  

Exigente atributo ~ Sermos todo amor é a meta na qual, normalmente, nos empenhamos desde que somos criança; mas, o mundo adulto teima em colocar empecilhos e dificultar-nos a realização desse exigente atributo. (15/02/2012)  

Notícia popular ~ Tome cuidado para não se tornar notícia popular, ela costuma ser manchete de página policial. (17/02/202)  

Textos e filhos ~ Para quem tem o dom e/ou ofício literário os textos que produz são como filhos, uns já nascem prontos para o mundo, outros, esperamos que amadureçam para a vida. (17/02/2012)  

Beleza e encanto ~ Quando se ama não é a beleza que conta é o encanto que a gente encontra. (17/02/2012)  

Burguesia emburrecida ~ Antigamente o sonho da burguesia brasileira era ter um apartamento em Paris e visitar o museu do Louvre (Musée du Louvre, instalado no Palácio do Louvre, em Paris); hoje, é consumir eletrônicos da China e ter uma casa em Miami. (17/02/2012)  

Chique no hálito ~ Nos dias de hoje civilizado e generoso é quem derrama diariamente enxagua-bucal perfumado na garganta da pia. (18/02/2012)  

Carnaval na "Gang" ~ Coberto de paetê jurídico e lantejoula judiciária vai brincar em casa o carnaval de 2012 o chefe da "Gang Fardada" de Alagoas, as purpurina, confete e serpentinas ficam por conta do povo alagoano; padecendo com a maior taxa do mundo de mortes por assassinato para cada 100 mil habitantes - só faltam as cinzas da absolvição na quarta-feira. (19/02/2012)  

Ismo, bil e ril ~ Seja lá em qual sistemático "ismo" for, o ignóbil e o pueril são sempre a massa de manobra e moeda política de troca. Já o questionador e o insurgente, resistência do aperfeiçoamento, são o eterno pesadelo dos oligarcas; principalmente dos de ficha suja transitada em julgado - uma questão animal. (20/02/2012)  

Contumácia ~ A injustiça sempre estabelece uma dependência sadomasoquista com a poesia. (20/02/2012)  

Tenda dos milagres ~ As grandes tendas nacionais de cura e libertação - que, dão ao povo o que o sistema nega -  estão a cada dia mais voluntariamente frequentadas. Mais do que, em igual condição, qualquer comício - ou horário obrigatório na TV - político-eleitoral. São milhares de desassistidos, e só resta ao povo o milagre. (20/02/2012)  

Orgia bichada ~ Se carnaval fosse coisa boa bicheiro não financiaria escola de samba. (20/02/2012)   

Horda alegórica ~ Torcedores rasgam os votos da apuração, incendeiam carro alegórico e detonam o resultado do concurso das escolas de samba paulistanas no carnaval de 2012. E, a FIFA querendo a venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol. "Pimenta nos olhos dos outros é [...]" (21/02/2012)   


(Ilustrações - fonte: Google Imagens)

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.