Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

O Amor do Meu Ser Feliz

Por George W B Cavalcanti


Jóia do meu lúbrico imaginário,
Modelo de mulher e anônima musa;
Holograma irremovível do meu sonho,
Tua presença destrona a injustiça afetiva,
Que faz do estar só um pesadelo medonho.

Não há outro, ou mais, eu te garanto,
Outros vês e, no entanto são todos nulos;
Loquazes arrivistas de ilusória consistência,
Pontual frivolidade a consumir esse teu mundo,
Enquanto choras sozinha um vazio de existência.

Mesmo discreta compreendo a minha chama,
Mas você em ledo engano ignora além da conta;
Olho o céu na busca da esperança que nos redime,
Embora tanto desperdice na desfaçatez que afronta,
Palavra, conteúdo e o meu ser que a tua alma reclama.

Talvez não queiras ou, misteriosamente ignores,
E ao meu merecer não dediques o suficiente apreço;
Às nossas idôneas identificações que avalizam desejos,
Em nosso olhar retraído e desencontrado apenas o medo,
De que o amor encontrara enfim exclusivo e único endereço.


União dos Palmares, 11 de novembro de 2008.

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.