Saudação

Olá! Este é um espaço de escrita criativa com um toque de humor, e expressão da minha vontade de me aproximar do poder revelador das palavras. Testemunho do meu envolvimento com a palavra com arte, e um jeito de dar vida à cultura que armazeno. Esta página é acessível (no modelo básico) também por dispositivo móvel. Esteja à vontade.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Ode a Dois Sábios

Por George W B Cavalcanti


Quantas vezes buscaram as respostas mais além,
Para que é o mal e por que é mais e sempre assim;
Razão insensível, apreços solúveis e afetos voláteis,
Ou, a justificação do cínico em displicências sem fim.

Viram o genocídio que há no desprezo aos bons valores,
O ser existencial, mutante troféu e coleção de desamores;
O nada ser compromisso e a regra tácita do puro egoísmo,
Ou, o pragmatismo ácido e seus desumanizados dissabores.

O outro não mais percebido e apenas tido como objeto a mais,
Na ilusão de um falso poder e nos apodrecimentos relacionais;
Afetos mortos e os sonhos abortados nos vazios institucionais,
E, o medo coletivizado que há na máscara dos sorrisos amorais.

Falaram também da gentil beleza que de outro modo é possível,
Na busca da verdade a revelar a integridade da humana natureza;
Usufruir a essência e a grandeza das possibilidades além do visível,
E, a vitória da ação pela inação que faz escutar a canção da inteireza.

Não aceitaram o chulo senso comum que torna os tempos perigosos,
Mas, desmontaram o pensar na tradução da lógica inerente ao modo;
Pela via dialética favorecer a coisa pública que relativiza a poderosos,
Face ao axioma do numeral ao genoma, de que a fração contém o todo.

Assim, quão atual continua Platão e seu metafórico mito,
Porque hoje, como então, a maioria não deixou a caverna;
Para sair á rua e chamar a Demóstenes, na plena luz do dia,
E, perenemente repor o azeite para a chama da sua lanterna.


União dos Palmares - AL, 24 de novembro de 2008.

Rádios de Israel - escolha a estação

Antes de escolher uma rádio desligue outro áudio que estiver escutando.